blockbr-logo-bc
Pesquisar
Close this search box.

Notícias Cripto: BlockBR nos EUA, Transfero investe na Notus, Bitso e Binance, Blockchain Rio e outras novidades

  • Home
  • BlockChain News
  • Notícias Cripto: BlockBR nos EUA, Transfero investe na Notus, Bitso e Binance, Blockchain Rio e outras novidades
Notícias Cripto: BlockBR nos EUA, Transfero investe na Notus, Bitso e Binance, Blockchain Rio e outras novidades

Notícias Cripto: BlockBR nos EUA, Transfero investe na Notus, Bitso e Binance, Blockchain Rio e outras novidades

O mercado de criptomoedas está com diversas novidades neste último final de semana de junho. A primeira delas é da BlockBR que anunciou internacionalização para permitir que investidores brasileiros acessem o mercado de imóveis nos EUA  

A empresa entra no rentável mercado de imóveis americano e projeta gerar US$ 50 milhões em novos negócios para a empresa. Essa iniciativa pretende simplificar o processo de investimento neste mercado, que movimenta cerca de US$ 47 trilhões por ano, e eliminar a burocracia tradicionalmente associada a esse tipo de transação.

Com a nova infraestrutura, a organização estrutura ativos imobiliários para permitir que investidores brasileiros e estrangeiros invistam em imóveis nos EUA de maneira simplificada. Até o momento, o processo tradicional exigia que eles abrissem uma empresa nos EUA, uma LLC (Limited Liability Company), para poderem investir, o que envolvia diversos trâmites burocráticos e taxações complexas.  

A solução oferecida pela BlockBR elimina essa necessidade, permitindo que os investidores adquiram tokens RWA atrelados a frações dos imóveis americanos, diretamente no Brasil, em um processo tão simples quanto comprar um produto em uma loja. Com o objetivo de fornecer uma infraestrutura robusta a quem possui excelentes originações de ativos, soluções como esta beneficiam todas as partes envolvidas: do originador e assessor de investimentos até o investidor final.

Esse processo, todo executado com a segurança e transparência da blockchain, reduz consideravelmente a burocracia e as barreiras de entrada para os investidores brasileiros, possibilitando que acessem o rentável mercado de imóveis americano.

“A expansão da BlockBR para os Estados Unidos marca um passo significativo em nossa missão de, através de infraestrutura, oferecermos novos papéis a agentes de mercado e soluções via tokenização que facilitem o acesso a investimentos imobiliários globais”, afirma Cassio J. Krupinsk, CEO da BlockBR. “Estamos entusiasmados com a maturidade adquirida ao longo do tempo em poder construir e oferecer soluções, sempre comentamos que o token será apenas o veículo para que possa trafegar na rodovia chamada de infraestrutura!”, declara.

Transfero e Notus

A Transfero anunciou um investimento estratégico na Notus Labs, startup dedicada ao desenvolvimento de soluções onchain que conectam o sistema financeiro tradicional (TradFi) com o mundo das finanças descentralizadas (DeFi).

O investimento faz parte de uma rodada pré-seed de R$1.250.000,00 e tem como meta impulsionar a Notus no desenvolvimento de produtos que incentivem a adoção de blockchain e DeFi nos mercados B2B e B2C. A parceria não se limita apenas ao aporte financeiro — as empresas estão unindo forças para explorar e potencializar a infraestrutura da Transfero, incluindo o BRZ e suas operações de Banking as a Service in Crypto.

“Em breve teremos uma infraestrutura bancária ainda maior como IP, o que vai impulsionar a Notus a criar novos produtos e soluções a partir desses serviços. Ao mesmo tempo, vamos entendendo como podemos melhorar para entregar mais valor para parceiros estratégicos como a Notus. O mais importante é que parcerias como essa reforçam o papel da tecnologia blockchain na transformação do sistema financeiro”, ressalta Claudio Just, CEO da Transfero Ventures.

Para a Notus, o momento é oportuno para trazer inovações de ponta para o mercado e embarcar novos usuários a adotarem soluções Web3 em seu dia a dia. A startup anunciou recentemente o lançamento da Chainless, aplicativo mobile integrado com PIX que facilita a entrada de investidores novos ao mundo dos criptoativos.

“Com o apoio da Transfero, estamos prontos para revolucionar o mercado financeiro, trazendo inovações que vão desde operações diárias até investimentos complexos em ativos digitais, aproveitando a liquidez onchain dos protocolos DeFi”, afirma Kevin Voigt, CEO da Notus. “Acreditamos que o futuro é onchain, onde a composability das soluções DeFi oferece uma vantagem significativa sobre as soluções centralizadas, como corretoras.”, completou.

A Notus planeja expandir as funcionalidades da Chainless para incorporar serviços financeiros cotidianos, como pagamentos do dia a dia, emissão de cartões de crédito e investimentos tradicionais, tudo operado integralmente no ambiente onchain.

Esta abordagem destina-se a oferecer as funcionalidades típicas dos bancos convencionais, porém com a eficiência, transparência e segurança proporcionadas pela tecnologia blockchain. O objetivo é que esses serviços se integrem de tal forma que os usuários obtenham benefícios significativos sem necessariamente perceberem a complexa tecnologia subjacente.

“Nosso objetivo é posicionar a Chainless como o Nubank das finanças descentralizadas, e enxergamos a infraestrutura da Transfero como fundamental para criar essa ponte robusta entre os sistemas financeiros tradicional e descentralizado. Nisso, tecnologias como o PIX e stablecoins – especialmente o BRZ, irão desempenhar um papel chave para consolidar uma experiência financeira integrada e acessível ao mercado brasileiro”, destaca Kevin.

Binance

Segundo divulgou a Binance, somente no primeiro trimestre de 2024, o Binance Pay registrou um aumento de 57% no volume de transações, ao mesmo tempo em que o número de transações e de usuários cresceu 35% e 47%, respectivamente. Essa alta acontece após desempenho registrado em 2023, quando o volume de transações disparou 71% em relação ao ano anterior, atingindo mais de 77 bilhões de dólares.

Desde seu lançamento em fevereiro de 2021, o Binance Pay já processou mais de 153 bilhões de dólares em volume financeiro em mais de 1,2 bilhão de transações, suportando mais de 300 criptomoedas para pagamentos peer-to-peer e facilitando transações com mais de 80 criptomoedas para pagamentos de comerciantes. No Brasil, já é possível usar os gift cards da Binance Pay em grandes comércios online e lojas físicas.

“O Binance Pay é utilizado por milhões de usuários e milhares de comerciantes em todo o mundo, sublinhando nosso alcance e adoção extensivos,” explica Jonathan Lim, diretor global do Binance Pay.

Durante esse período, as compras relacionadas a viagens com criptomoedas aumentaram em 46% de janeiro de 2023 a janeiro de 2024. Nesse mesmo intervalo, a Travala.com testemunhou um crescimento expressivo de 44% no volume de transações, evidenciando a crescente aceitação do Binance Pay na indústria de viagens.

Nos jogos, onde as moedas digitais são usadas para comprar jogos, itens dentro do jogo e recompensas, houve um aumento de 3000% nos pagamentos com criptomoedas via Binance Pay, desde o ano anterior. Marcas líderes de jogos, como Passion Punch e Nuuvem no Brasil, estão na vanguarda dessa revolução, aproveitando os pagamentos com criptomoedas para aprimorar a experiência de jogo.

O universo dos presentes e dos cartões-presente testemunhou um crescimento substancial, com um aumento de quase 40% de janeiro de 2023 a janeiro de 2024. Esse aumento destaca o papel crescente das criptomoedas no diversificado mercado de presentes, melhorando a facilidade e acessibilidade de presentear.

No Brasil, o Binance Pay reforça a utilidade das criptomoedas no mundo real. Os gift cards permitem que qualquer pessoa compre alimentos e bebidas em estabelecimentos como Casa Santa Luzia e Zé Delivery, assim como presentes na Imaginarium.

Também podem comprar roupas, acessórios e artigos esportivos em lojas como Renner, TipTop, Nike, Shoulder, Dress To, New Era, Aramis, Corello, Vans, Zinzane e Centauro. Os artigos de luxo também estão na lista, com a Vivara como opção.

Além disso, serviços como iFood, Hotels.com, Airbnb, Spotify, Netflix e Google Play podem também ser pagos com criptomoedas como Bitcoin e Ethereum. Restaurantes como Outback e diversas lojas de diferentes segmentos, incluindo Tok & Stok, NorVPN, Americanas, Shopee, Submarino e Casas Bahia, complementam a vasta gama de possibilidades, demonstrando sua versatilidade e crescente aceitação no comércio nacional.

Bitso

Outra novidade é que a unidade de negócio B2B da Bitso cresceu 187% seu volume e já é responsável por mais de 10% das transações feitas no maior corredor de remessas do mundo.

Desde janeiro de 2024, Imran está à frente da Bitso Business, de forma interina, e agora assume, oficialmente, o cargo, com o objetivo de continuar impulsionando a expansão acelerada da organização. Sob sua liderança, Bitso Business registrou um crescimento de 187% no primeiro trimestre de 2024 e passou a ser responsável por mais de 10% do volume total de remessas na rota EUA-México. A companhia atende empresas ao redor do mundo que realizam transações nos Estados Unidos, México, Brasil, Colômbia e Argentina.

“Unimos os 10 anos de experiência da Bitso transformando as finanças na América Latina, com o melhor conjunto de serviços para empresas ao redor do mundo. Nosso objetivo é que Bitso Business seja a primeira escolha de todas as companhias que realizam pagamentos internacionais em qualquer lugar da América Latina”, disse Imran Ahmad, Gerente Geral da Bitso Business.

Blockchain.Rio

O Blockchain.RIO está de volta para sua terceira edição, que será realizada nos dias 24 e 25 de julho no Expo Mag (Centro, Rio de Janeiro). Entre os principais palestrantes estão Charles Hoskinson, Cofundador do blockchain Ethereum e Fundador da Cardano; Daniela Barbosa, General Manager da Hyperledger Foundation; João Aragão Pereira, Sr. Technology and Innovation Specialist Microsoft e o Senador da República, Carlos Portinho.

O evento irá destacar como a tecnologia blockchain está revolucionando a forma como interagimos com o dinheiro, a propriedade e a informação. A programação contará com palestras, workshops, hackathon, trilhas de conhecimento e áreas de networking, além de uma feira de negócios onde as empresas poderão apresentar suas soluções ao público, que também poderá interagir com experiências imersivas e visitar uma galeria de arte digital (Rio Digital Arts).

“Hoje, somos o principal ambiente de discussões sobre o tema, onde participam líderes e decisores de todas as indústrias, incluindo bancos, fintechs, setores de energia, moda, agro e games, além da participação de artistas digitais e do governo, que se conectam, compartilham ideias, geram negócios e moldam o futuro”, destaca Francisco Carvalho, Founder e Ceo do Blockchain Rio e Vision Realty.

Entre os principais temas abordados, estão: Drex, Tokenização de ativos, Framework Regulatório, Pagamentos Digitais, Finanças Descentralizadas, Inteligência artificial e muito mais.

DUX

A startup DUX anunciou um novo Chief Marketing Officer (CMO): João Pedro Novochadlo. O executivo chega para auxiliar o atual momento da DUX, após pivotagem de negócios, para o desenvolvimento de um conjunto de ferramentas financeiras para criadores de conteúdo, baseadas em blockchain e inteligência artificial.

“Estou entusiasmado em colaborar com o novo capítulo da DUX como CMO, impulsionando nossa visão de carteiras digitais para criadores de conteúdo e inovando no cenário da Web3. Juntos, estamos prontos para desbravar novos horizontes e transformar o panorama digital, colaborando com a democratização de tecnologias descentralizadas para todos os níveis sociais e para impulsionar a economia criativa hoje e sempre”, comemora Novochadlo, novo CMO da Dux.

A chegada do novo executivo é estratégica para a Dux que, sempre em movimento, vem conquistando espaço também na economia criativa.

“Precisávamos de um olhar para além da tecnologia e o JP transita muito bem em segmentos diferentes. Sua experiência e criatividade já vem fazendo a diferença na maneira como queremos conduzir os negócios da Dux”, pontua Luiz Octávio Gonçalves Neto, fundador e CEO da DUX.

Nelogica

A Nelogica promove no dia 12 de julho, na Arena B3, em São Paulo, o seu primeiro evento presencial com foco em automação de estratégias, o “Autotrade Summit: O Trading do Futuro”. A iniciativa vai reunir alguns dos maiores especialistas do mercado para explorar o poder da automação de estratégias e discutir o futuro do trading.

Os investidores e traders que já utilizam soluções como o Profit – ou aqueles que querem entrar neste universo, terão acesso a uma verdadeira imersão nos temas para ampliar os conhecimentos sobre os potenciais da automação e dos robôs traders que estão transformando a forma de operar no mercado financeiro e potencializar a performance.

Os participantes terão chance de conhecer a B3, a Bolsa do Brasil, e aqueles que querem desenvolver suas próprias ferramentas de automação e gestão de riscos também encontrarão oportunidade para discutir esta trilha no encontro, que acontece das 8h30 às 18h30.

Os traders podem esperar muito conteúdo exclusivo, painéis de discussão entre grandes especialistas do mercado, hot seat e tira-dúvidas com especialista, tour guiado ao MUB3, o Museu da Bolsa do Brasil, e muito networking. Os ingressos para o evento são limitados e podem ser adquiridos em https://lp.nelogica.com.br/automacao-lp-autotrade-summit

BEE4

A BEE4 realizou recentemente um evento exclusivo para pequenas e médias empresas interessadas em abrir capital. Na ocasião, todas tiveram a oportunidade de fazer uma imersão sobre o passo a passo da jornada de PMEs no mercado de acesso brasileiro. O encontro aconteceu na sede da companhia, em São Paulo, e reuniu mais de 50 participantes em busca de novas alternativas de acesso a capital para impulsionar o crescimento de suas companhias.

Durante o evento, Patrícia Stille, CEO da BEE4, destacou a expansão do ecossistema atual, explicando o potencial de crescimento do número e tamanho das emissões à medida que vão chegando novos participantes e novos distribuidores (corretoras).

“A conexão do nosso mercado com as corretoras do Banco Itaú e Genial Investimentos não é trivial. É um processo que envolve muito desenvolvimento em uma engrenagem precisa, com capacidade de rodar operações e tecnologias entre essas instituições e a nossa infraestrutura. Uma vez concluído, os investidores vão passar a negociar suas ações diretamente no home broker que já costumam utilizar, isso é um diferencial significativo, um verdadeiro game changer, pois elimina fricções”, apontou a CEO.

O público presente assistiu com entusiasmo à palestra de Nina Vieira, chefe de Departamento da área de mercado de capitais do BNDES, apresentando a agenda comprometida do banco para apoiar o crescimento do mercado de acesso, e contando mais sobre o novo programa para atuar como investidor âncora em futuras ofertas.

“O BNDES está olhando para setores amplos e, em especial, alguns prioritários como saúde, educação, agronegócios e inovação. A gente percebe que existe um gap de mercado, uma lacuna grande que é o acesso das companhias ao mercado de capitais. Com base no pilar do banco para o crescimento e desenvolvimento de mercado, criamos o programa de ancoragem, que prevê a participação em ofertas públicas, tanto no Novo Mercado quanto no mercado de acesso”, destacou Nina Vieira.

Outro ponto alto foi o encerramento do evento, com a CEO da BEE4 entrevistando Otto Guarnieri, sócio cofundador da Mais Mu, uma das primeiras empresas listadas, sobre a experiência de abrir capital nesse novo mercado.

“Nós encontramos na BEE4 uma solução. Estar listados nos dá segurança, uma paz de espírito para avaliar que se precisarmos de funding, somos suficientemente transparentes e temos credibilidade para irmos atrás deste capital”, ponderou o executivo. “Para os sócios da Mais Mu era essencial a questão da autonomia, de não vender o negócio inteiro. Precisávamos de capital para crescer e não queríamos abrir mão do controle da empresa. Por isso, vimos a BEE4 como uma excelente alternativa para alcançarmos este objetivo”, finalizou Otto.

Fonte: Cointelegraph

Compartilhe esse conteúdo

Você pode gostar também